Transformação digital no setor jurídico
Tecnologia

Como o setor jurídico está se movendo em direção à tecnologia?

Como a maioria dos setores, o jurídico precisa acompanhar as mudanças vigentes impulsionadas tanto pela interrupção tecnológica quanto pela nova dinâmica das relações sociais e profissionais.

O setor jurídico está preparado para a transformação que se inicia?

Embora a transformação digital já tenha começado há alguns anos, não dá para deixar de mencionar o quanto o distanciamento social mudou a posição de todos os profissionais jurídicos.

À medida que os advogados se adaptam ao trabalho em casa, precisam lutar pela continuidade dos negócios buscando atender às expectativas digitais que o momento exige.

É necessário melhorias na eficiência das pessoas, na produtividade e na agilidade dos negócios.

Entretanto, a transformação digital é um desafio particular para o setor jurídico. Certamente, os profissionais desta área precisam-se preocupar com a questão da segurança dos dados e a conformidade regulatória mais do que nenhuma outra atividade.

Por outro lado, a mudança também mostra assustadora e difícil, porque adotar a tecnologia afasta os profissionais do que sabem, confiam e entendem.

Em suma, é a atitude em relação ao risco tem uma influência significativa no ritmo da mudança. Por essa razão, essa postagem aborda como essa transformação está acontecendo.

Por que o jurídico se move cada vez mais rápido para o digital?

Transformação digital do jurídico

Assim como em outras áreas da economia, uma enorme transformação dos negócios digitais acontece sem precedentes na forma de exercer o Direito.

Segundo uma pesquisa da Gartner, 66% dos profissionais jurídicos expressam a preocupação específica sobre como o atraso na curva da tecnologia afeta a produtividade, o tempo faturável e as taxas de resposta do cliente.

Outra apreensão é o medo de ficar atrás da concorrência quando se trata de digitalizar seus serviços aos cliente. E por isso existe uma aceleração na busca do trabalho ágil.

E o cenário impulsiona ainda mais os advogados a buscar flexibilidade, tanto em termos de localização quanto de tempo.

Além do trabalho mais dinâmico, essa prática essencial para reduzir grande parte dos gastos desnecessários associados à manutenção de escritórios físicos – que também cada vez mais perdem sua necessidade.

Por outro lado, os consumidores de serviços  também querem mais controle sobre seus problemas jurídicos e esperam que o atendimento neste setor, assim como em outras áreas, ofereça velocidade, eficiência e segurança.

Por exemplo, uma pesquisa da plataforma LivePerson descobriu que 65% dos millennials e da geração Z preferem se comunicar digitalmente, e não pessoalmente.

Portanto, a mudança além de inevitável tem sido incrivelmente poderosa e útil. O que faz com que mais da metade de todos os escritórios de advocacia se preocupem em acompanhar a tecnologia mais recente.

De acordo com a IDC, os gastos globais em tecnologias e serviços de transformação digital aumentarão 17% até 2023.


Aqui estão alguns dados sobre os benefícios da tecnologia para os advogados: 

Aumento no envolvimento do cliente (75%)
Maior satisfação do cliente (63%)
Maior tráfego digital (53%)
Maior geração de leads (49%)
Maiores conversões (46%)

Fonte: Altimeter


Mas qual tecnologia tem se tornado essencial para esse setor? Com certeza, a inovação tecnológica que prove ser um catalisador para soluções mais padronizadas na entrega dos serviços.

Ou seja, o que os escritórios jurídicos querem é aprimorar seus serviços, eliminar a sobrecarga de tarefas administrativas e atender mais clientes.

Os advogados não querem mais ficarem limitados as suas mesas de computadores e laptops ou se sentirem engessados ou sobrecarregados com tarefas que podem ser automatizadas.

Por isso, ferramentas como o Contract Lifecycle Management (CLM), mais conhecido como software de gestão de contratos, está mudando significativamente a maneira como os advogados estão trabalhando, se comunicando e vendendo sua prestação de serviços.

Qual o caminho que o jurídico está seguindo quando se trata de tecnologia?

Como já mencionado, os advogados estão cada vez mais preocupados em acelerar as atividades, processos, competências e modelos de negócios.

Essa preocupação é evidente porque os consumidores querem mais controle sobre seus assuntos jurídicos. Diante disso, a última década trouxe novas soluções de software que mudaram a maneira como os advogados executam seus serviços e interagem com a tecnologia.

Principalmente, a tecnologia jurídica impulsionada pelas Legaltechs tem ajudado os advogados a fazerem as coisas melhores, de forma mais eficiente e com melhores resultados.

E, em um primeiro momento, o desafio principal para os advogados é a racionalização de processos de uma maneira que diminua a quantidade de tempo gasto com tarefas que mais tomam o seu tempo. E no centro disso tudo, sem dúvidas, estão os problemas com a documentação.

Por isso, as plataformas de CLM são vistas como a principal tecnologia inovadora que oferece soluções mais centradas nos desafios com os quais os advogados lidam diariamente.

Superado esses desafios internos da criação e revisão da documentação – o qual passam a intervir o mínimo possível quando adotam a automação – finalmente esses profissionais conseguem oferecer serviços mais rápidos e eficientes para os seus clientes.

Por que a tecnologia para gerenciar contratos é tão relevante?

Diante da evolução dos processos gerenciados na nuvem,  mobilidade, teletrabalho e cooperação entre equipes remotas, os advogados também estão inclinados a explorar plataformas colaborativas que permitam análises avançadas, pesquisa corporativa e gerenciamento de documentos.

E a solução CLM alia um conjunto de ferramentas de gerenciamento de práticas e inteligência que combinados podem promover tudo o que listamos acima.

Por essa razão, esse sistema é uma das principais descobertas para maximizar a produtividade das equipes jurídicas, reduzir erros e economizar tempo, assim como reduzir a probabilidade de litígios.

Sem dúvidas, o recente avanço da tecnologia CLM tem mostrado que o processo de contratação nunca mais será a mesmo, dada a transformação do modo como se cria e gerencia contratos por meio desta tecnologia.

Segundo a Future Marketing Insights, o mercado global de software de gerenciamento de documentos aumentará para US$ 11 bilhões em 2028. 

Esse aumento se deve principalmente ao fato de que os contratos quando não são gerenciados corretamente podem ocasionar uma perda de receita de mais de 9% para uma organização, segundo dados da Associação Internacional de Gerenciamento Comercial e de Contratos (IACCM) 

Por outro lado, uma solução digital melhora o acesso às informações dos contratos, ajuda a negociar contratos mais favoráveis, facilitar e promove a pesquisa móvel e reduz os gastos associados à contratação.


Aqui estão alguns dados sobre os benefícios de usar a tecnologia para gerenciar contratos: 

Redução de 40% nos custos relacionados a documentos.
Redução de erros em até 30%. 
Economia de US$ 1 a US$ 5 por documento.
Redução total de 10% nas despesas gerais de processamento de documentos.

Fonte: Laserfiche


Em resumo, com a digitalização e quantificação dos contratos, os departamentos jurídicos podem medir fatores como o tempo de resposta do contrato e atrasos na aprovação e no valor do contrato.

Com esses dados, os profissionais jurídicos podem identificar gargalos, revisar fluxos de trabalho e o risco pode ser previsto e resolvido mais rapidamente.

Por conseguinte, os advogados podem aproveitar essa tecnologia para reduzir litígios e melhorar os resultados – tornando-se um verdadeiro parceiro estratégico nos negócios.

Conclusão

A implementação da tecnologia CLM  significa acesso fácil e instantâneo aos registros e implementação de alterações em tempo real entre todas as partes interessadas.

Seja em escritórios de advocacia ou companhias jurídicas, essa ferramenta apresenta uma solução abrangente para os problemas de documentação.

Destarte, quando se trata de mudanças digitais reais no setor jurídico, as ferramentas tecnológicas necessárias que permitem essa transformação já estão disponíveis e em constante evolução.

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.