gestão de contratos, Inteligência Artificial, Legaltechs

Como a Inteligência Artificial e o CLM têm transformado o setor jurídico

Confira neste artigo porque a Inteligência Artificial (IA) aplicada ao gerenciamento de contratos (CLM) tem abraçado a verdadeira transformação no setor jurídico.

Como a gestão de contrato e IA constroem processos mais inteligentes

Não há mais dúvidas sobre o crescimento da Inteligência Artificial (IA) e a tendência para alinhar a tecnologia com pessoas, conhecimentos e processos no setor jurídico.

Em 2018, o McKinsey Global Institute estimou que quase 23% do trabalho de um advogado pode ser automatizado de uma maneira ou de outra e que a automação transformaria vários aspectos das tarefas legais.

As diversas incursões pela IA artificial têm oferecido melhorias evidentes aos profissionais de direito. Sob este aspecto, essa tecnologia tem se tornando significativa para o Gerenciamento do Ciclo de Vida dos Contratos (CLM), especificamente durante a revisão destes documentos.

A IA tem permitido a análise automatizada de dados e a construção de modelos analíticos, evitando atrasos e erros efetivos, ao mesmo tempo que dispensa a intervenção manual em todos os pontos.

Ou seja, ao liberar o poder da IA nos contratos, o sistema melhora de forma substancial a segurança, reduz riscos e otimiza os fluxos de trabalho.

A IA não só permite avanços na criação e análise de contratos, mas possibilita  construir inteligência em torno dos dados e contratos de uma empresa ou departamento jurídico.

Especialistas consideram que o crescimento da IA no CLM tem o potencial de tornar os advogados mais eficientes e de abrir portas para uma atuação mais dinâmica.

A Goldman Sachs apontou em uma das suas pesquisas que a automação de contratos pode acelerar os ciclos de negociação em 50%, além de reduzir os pagamentos errados em 75 a 90% e reduzir os custos de operação  em 10 a 30%.

Diante destes números, é possível afirmar que a evolução do CLM promete dar aos atores do ecossistema jurídico respostas para alguns desafios que talvez nunca pensassem em considerar que vão além da economia de tempo, energia e esforço.

Diante das novas perspectivas que surgem, listo aqui as principais formas que a IA pode melhorar o gerenciamento de contratos. 

1 – Criação

Hoje, muitas ferramentas do CLM podem armazenar uma série de cláusulas e modelos para serem usados pelos gestores ou responsáveis pelo contrato. Isso acontece, porque os sistemas atuais armazenam cláusulas padrão para uso na montagem de contratos.

Por sua vez, com o aplicativo AI, a criação de contratos pode ser completamente automatizada quando um usuário de um sistema inicia um processo de contratação.

A implementação de aprendizado de máquina e ferramentas de gerenciamento permite que o CLM crie assistentes habilitados para uma experiência de orientação de contrato mais intuitiva e responsiva.

Ou seja, assistentes habilitados para IA podem guiar os usuários ao modelo e cláusulas de contrato corretas. A IA pode usar o Processamento de Linguagem Natural (PLN) para extrair a linguagem de uma proposta comercial.

Ao interpretar seu contexto e significado e preencher o contrato com cláusulas contratuais apropriadas, a criação de um contrato já não toma mais o tempo dos advogados que terão inclusive acesso a documentos menos propensos a erros.

2 – Negociação

O software de gestão de contratos pode ajudar não apenas na construção do contrato, mas também na identificação das cláusulas pertinentes que devem ser usadas para um tipo específico de contrato.

Essa prática contribui para a criação eficiente de novos contratos, a partir do reconhecimento e informações utilizadas pelo usuários anteriormente.

Ainda em relação à negociação, a IA pode ajudar a processar contratos de terceiros com mais rapidez, reduzindo riscos e melhorando o desempenho do contrato.

Consistentemente, será cada vez mais fácil negociar as melhores condições e resultados possíveis com uma determinada contraparte e garantir a conformidade com todos os termos e cláusulas necessárias, mesmo para os contratos de terceiros.

3 – Análise avançadas

Todos sabem que a maioria dos contratos descreve riscos, obrigações e oportunidades motivadas pelo relacionamento entre as partes. Neste contexto, a IA pode encontrar e revelar a linguagem do contrato para lidar com riscos imprevistos, criar obrigações não intencionais ou sugerir novas maneiras de se beneficiar dos contratos existentes.

Uma nova geração de CLM baseada em IA pode fornecer inteligência para analisar vastas coleções de dados  informações e tirar conclusões com base nela.

Assim um sistema avançado poder transformar todo o contrato em uma fonte de inteligência, ao rastrear como cada empresa lida com direitos, soluções, inserção ou exclusão de uma determinada cláusula.

Portanto, o poder de usar as informações contidas nos contratos mudará a maneira como as empresas desenvolvem inteligência.

4 – Armazenamento

Um CLM com um mecanismo de IA é capaz de identificar padrões nas pesquisas e ajuda a fazer melhores conexões, mais rapidamente. Dessa forma, ter os resultados certos na primeira pesquisa economizará tempo e esforço dos usuários.

Uma ferramenta baseada em IA saberá o suficiente sobre os usuários e o contexto em que eles a usam para retornar o resultado certo.

Por conseguinte, em longo prazo, mesmo entre centenas ou milhares de documentos, o sistema pode se tornar continuamente mais preciso e eficiente.

5 – Gerenciamento

Uma grande parte do trabalho dos escritórios de advocacia é revisar contratos para identificar riscos e problemas com a forma como os contratos são redigidos que podem ter impactos negativos em seus clientes.

A moderna ferramenta CLM também pode criar valor ao lidar com obrigações e conformidade. À medida que ocorrem eventos durante contratos existentes (ou deixam de ocorrer), ele aciona ações.

A nova geração do CLM pode ajudar a analisar contratos em massa, bem como contratos individuais. Por exemplo, o software pode revisar documentos e sinalizá-los como relevantes para um caso específico.

Palavras finais

Por fim, a IA tem a capacidade de ajudar os advogados a obter melhores resultados e acompanhar a transformação digital. Transformação que muitas vezes tem oferecido mais perguntas do que respostas.

No entanto, o  CLM tem mostrado sua capacidade de ser uma das ferramentas mais promissoras para dar suporte ao dia a dia dos advogados.

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.